Suposto leilão de bebê na internet gera polêmica

O anúncio dizia "Bonito bebê à venda para órgãos ou o que for. Urgente!"

O suposto leilão de um bebê anunciado nesta sexta-feira (10) no site MercadoLivre gerou uma onda de polêmica e indignação nas redes sociais.

O anúncio dizia "Bonito bebê à venda para órgãos ou o que for. Urgente!", mensagem igual à outra postada mais cedo no Twitter e que se tornou um dos assuntos mais comentados do dia nesta rede social.

O MercadoLivre, empresa que facilita na internet a troca comercial entre particulares, assinalou em comunicado que o anúncio "foi retirado de forma imediata, e o usuário foi excluído da comunidade".

A empresa explicou que suas condições estabelecem que "é proibida a oferta e/ou venda de pessoas, corpos humanos, cadáveres, órgãos, membros ou restos humanos".

De acordo com a imprensa, o anúncio localizava o vendedor na capital mexicana e fixava preço inicial de cerca de US$ 1.570, com prazo de nove dias para receber ofertas.


Suposto leilão de bebê na internet gera polêmica

Fonte: G1