Polícia confisca mão amputada de homem como evidência de assalto

O empresário aposentado taiwanês Hu Chi-yang fala com repórteres num hospital de Taoyuan, nesta quinta-feira (10)

O empresário aposentado taiwanês Hu Chi-yang fala com repórteres num hospital de Taoyuan, nesta quinta-feira (10). Ele exige que as autoridades chinesas devolvam sua mão esquerda, que ele diz ter sido amputada após um assalto e mantida pela polícia como evidência. Hu Chi-yang, de 59 anos, diz que foi atacado por três homens na província chinesa de Fujian, na semana passada. Eles teriam levado cerca de US$ 600 e quase arrancaram sua mão para levar um relógio e um anel.


Taiwanês quer que governo chinês devolva mão amputada após assalto

Fonte: g1, www.g1.com.br