Talibãs criticam fotos de soldados com cadáveres no Afeganistão

Imagens foram feitas na província de Zabul e divulgadas por jornal.

Os rebeldes talibãs afegãos condenaram nesta quinta-feira (19) as fotos "desumanas" de soldados americanos posando ao lado de cadáveres e pedaços de corpos de combatentes insurgentes, publicadas na véspera pela imprensa americana.

A publicação pelo jornal "Los Angeles Times" das fotos criou uma nova crise para as tropas ocidentais no Afeganistão, poucos meses depois do caso dos exemplares do Alcorão queimados e do massacre de 17 civis por um soldado americano no sul do país.

Os talibãs afirmam em um comunicado que condenam energicamente "o ato brutal e desumano cometido pela força invasora americana e seus escravos incultos".

Em fevereiro de 2010, quando tropas da 82ª divisão aerotransportada foram enviadas a uma delegacia na província afegã de Zabul para analisar os pedaços do corpo de um suposto homem-bomba e retirar impressões digitais, os militares posaram para fotos ao lado do cadáver.

Poucos meses depois, o mesmo pelotão inspecionou os pedaços dos corpos de três insurgentes e voltaram a fazer novas fotos.



Fonte: G1