Terrorista tentou recrutar mulheres para o EI na Espanha

Abdelhamid Abaaoud havia tentado recrutar, pelas redes sociais

O ministro do Interior da Espanha, Jorge Fernández Díaz, anunciou nesta quinta-feira que o principal suspeito de ter organizado os ataques terroristas do último dia 13 em Paris, Abdelhamid Abaaoud, tentou recrutar na Espanha, pela internet, mulheres para se unirem ao grupo extremista Estado Islâmico (EI), informou o jornal espanhol "La Informacion".

"Abdelhamid Abaaoud havia tentado recrutar, pelas redes, pessoas, espanhóis e, principalmente, mulheres, para se juntarem e combaterem com o EI em áreas de conflito", disse o ministro. "Mas não para cometer atentados na Espanha, isto não nos consta”, concluiu.

Fonte: G1