Tia que salvou bebê com ato heróico nos EUA revela: "Ele estava desacordado, não podia falhar"

Tia que salvou bebê com ato heróico nos EUA revela: "Ele estava desacordado, não podia falhar"

O pequeno Sebastian de repente parou de respirar.

A professora Pamela Rauseo, de 37 anos, que salvou a vida do sobrinho de cinco meses depois de fazer respiração boca a boca nele, aprendeu a técnica há sete anos. Na ocasião, seu próprio filho, também com cinco meses, teve uma parada respiratória. O bebê ficou uma semana internado no hospital até se recuperar. Durante esse tempo, ela e o marido, Eddie Rauseo, receberam um treinamento que poderia salvar a vida do filho, caso o incidente voltasse a acontecer. Foi o que explicou Eddie em entrevista ao ?New York Post?. ?Ninguém sabia fazer respiração boca a boca. Então, Pamela teve que agir. Ela fez seguindo as orientações que recebeu há sete anos?, contou Eddie.

Na última quinta-feira, dia 20, o pequeno Sebastian de repente parou de respirar. Presa em um engarrafamento e com o bebê nos braços, Pamela começou a gritar por socorro. Ao perceber que não havia ninguém capaz de ajudá-la, se agachou e, de joelhos, fez respiração boca a boca no sobrinho. ?Foi como reviver o pesadelo?, disse Pamela ao ?New York Post?. ?Confiamos em que ele ficará bem. Só precisamos descobrir a raiz do problema?, continou ela.

Somente após a chegada do sobrinho ao hospital é que Pamela ligou para a irmã, Paola Vargas, de 27 anos, ? e mãe do bebê ? para contar sobre o ocorrido. Ela, que é mãe de três filhos, costuma tomar conta do sobrinho enquanto a irmã trabalha. ?Sabemos que Sebastian poderia estar com muitas outras pessoas naquele momento. Mas acreditamos firmemente que Deus fez a sua parte, colocando Pamela junto a ele?, contou Eddie.


Tia que salvou bebê inconsciente passou pela mesma situação com o próprio filho

Tia que salvou bebê inconsciente passou pela mesma situação com o próprio filho

Fonte: G1