Tiroteio deixa 25 pistoleiros mortos no México

Foram apreendidas armas e 20 veículos; três reféns foram libertados.

Um enfrentamento entre soldados e supostos narcotraficantes deixou um saldo de 25 pistoleiros mortos no norte do México, informou o Exército do país na quinta-feira (2). Dois soldados ficaram feridos.

O tiroteio teve início quando um grupo de homens armados, detectado durante voos de reconhecimento em zonas rurais do estado de Nuevo León, atacou uma patrulha militar que se deslocara para a área para investigações, segundo a Secretaria da Defesa Nacional (Sedena), em um comunicado.

No local foram apreendidas dezenas de armas e 20 veículos. Foram liberadas três pessoas que haviam sido sequestradas, afirmou a Sedena.

Mais de 28 mil pessoas foram mortas no México desde finais de 2006, quando o presidente Felipe Calderón assumiu o cargo e deu início a uma campanha militar contra os cartéis da droga.

A estratégia de Calderón tem sido alvo de duras críticas porque a violência continua aumentando no país. Um dos êxitos recentes dessa política foi a prisão esta semana de Edgar "La Barbie" Valdez, um dos chefões mais procurados.

Fonte: g1, www.g1.com.br