Todos os cardeais eleitores devem chegar até quinta-feira, diz Vaticano

Próximos dias terão reuniões pré-conclave pela manhã e à tarde

Todos os 115 cardeais com direito a voto e que confirmaram presença no conclave que escolherá o sucessor de Bento XVI devem estar no Vaticano até esta quinta-feira (7), informou o porta-voz Federico Lombardi em entrevista coletiva na manhã desta quarta (6).

Nesta quarta-feira (6), chegaram a Roma os cardeais Antonios Naguib (Egito), Karl Lehmann (Alemanha) e John Tong Hon (Hong Kong). A previsão agora é que até quinta, os últimos dois faltantes, Jean-Baptiste Pham Minh Mân (Vietnã) e Kazimierz Nycz (Polônia), cheguem ao Vaticano.

Lombardi também disse que, nos próximos dias, as congregações voltarão a ocorrer pela manhã e à tarde, como ocorreu na segunda-feira (4). Durante a coletiva, foram mostradas imagens da preparação da Capela Sistina para o conclave. Uma cobertura está sendo colocada sobre o chão e as estufas que receberão as cédulas que serão queimadas estão sendo instaladas.

Sobre a demora para a escolha da data do conclave, Lombardi disse que as reuniões devem ser encaradas como um processo.

Antes da 4ª reunião de cardeais, o brasileiro Dom Raymundo Damasceno, arcebispo de Aparecida, admitiu a dificuldade para a definição do calendário. "Essa data está difícil de sair", disse ele ao dirigir-se para mais um encontro. "Espero que comece no dia 11. Estou com saudades de Aparecida", afirmou.

Fonte: G1