Touro passa por cima de corredor em ruas lotadas no terceiro dia de festival em Pamplona, Espanha

Touro passa por cima de corredor em ruas lotadas no terceiro dia de festival em Pamplona, Espanha

Corrida durou apenas 2 minutos e 20 segundos

Milhares de pessoas voltaram às ruas de Pamplona, na Espanha, nesta terça-feira (9), para participar da terceira corrida de touros da temporada de festejos de São Firmino. A corrida desta terça-feira durou apenas 2 minutos e 20 segundos.

Na segunda-feira, quatro pessoas ficaram feridas em uma corrida rápida protagonizada por seis touros da criação andaluza de Dolores Aguirre.

Às oito em ponto foi disparado o foguete que dava início ao "encierro" e os touros se precipitaram pelas pequenas ruas, onde eram esperados por milhares de pessoas para uma corrida que os levou à praça de touros de Pamplona em 2 minutos e 27 segundos.Vários corredores caíram nas curvas mais perigosas.

Quatro pessoas, três espanhóis e um americano, ficaram feridos e foram internados com diversos traumatismos. Nenhum deles foi atingido pelos touros, segundo o governo regional de Navarra.

Dois dos espanhóis, de 37 e 48 anos, foram liberados algumas horas depois. O terceiro, um madrilenho de 35 anos, permanece no hospital com traumatismo craniano, o mesmo do americano, de 41 anos, vindo de Phoenix. Este ainda tem uma fratura de tíbia e no perôneo da perna direita.


Touro passa por cima de corredor em ruas lotadas no 3º dia de festival em Pamplona, Espanha

São Firmino

Estas corridas de touros tornaram mundialmente famosa a Festa de São Firmino de Pamplona.

Em alguns minutos de grande tensão, os corredores dividem espaço com os seis enormes touros de mais de 500 quilos cada um, que serão lidados por toureiros durante a tarde na praça. Algumas pessoas, mais ousadas, tentam se aproximar dos touros e tocar seus chifres; outras preferem manter uma certa distância.

O perigoso ritual se repetirá a cada manhã até 14 de julho e é um dos símbolos desta festa, cujas origens remontam à Idade Média e misturam tradições religiosas, em homenagem a São Firmino, padroeiro de Pamplona, e tradições das antigas feiras comerciais.

Em 2012, 20.700 corredores participaram dos oito "encierros", uma média de 2.587 por dia. Às vezes, o encierro acaba em tragédia: 15 participantes morreram desde 1911. O último falecimento, de um espanhol de 27 anos, ocorreu em 2009.

No ano passado, um milhão e meio de pessoas participaram do Festival, onde se alternam as corridas de touros, as procissões religiosas, as danças tradicionais ou as demonstrações de esportes bascos.

Fonte: G1