Touro Ratón faz terceira vítima fatal na Espanha em dez anos

O toureiro foi imediatamente retirado da arena, mas acabou morrendo no hospital



Um touro chamado Ratón fez sua terceira vítima fatal na Espanha, matando um homem durante uma tradicional festa popular do mês de agosto na cidade de Xativa - um evento voltado para toureiros amadores.

Ratón é um animal renomado na Espanha, onde seu temido histórico fez dele uma lenda frente a toureiros profisionais e amadores nas arenas do país.

A vítima deste sábado, cujo nome não foi revelado, era um homem de 30 anos e o terceiro participante da festa morto pelo touro de 500 quilos nos últimos dez anos.

O homem ferido por Ratón morreu no hospital após ter sido lançado pelo animal ao redor da arena. Segundo relatos, o toureiro amador aparentava estar embriagado.

Ratón, um possante animal de 500 quilos, era o astro do evento amador deste sábado.

Matador

Imagens filmadas na arena e que vêm sendo exibidas com regularidade na TV espanhola mostram o touro levantando o homem com os chifres e o atirando ao chão antes de voltar a atacá-lo.

O toureiro foi imediatamente retirado da arena, mas acabou morrendo no hospital.

Relatos da mídia local afirmam que ele aparentava estar bêbado e já havia sido retirado da arena várias vezes antes de o animal ter aparecido.

Touradas profissionais e de eventos voltados para amadores como o deste final de semana representam uma parte central da festa anual de verão em Xativa, que reúne tradições que remontam há décadas.

Ratón, cujo nome estava estampado em cartazes espalhados pela cidade, é muito requisitado nas "fiestas", o que, segundo seus proprietários, elevou o valor de cada uma de suas participações para mais de US$ 14 mil (cerca de R$ 22,5 mil).

Uma investigação está sendo realizada em Xativa para apurar as causas da morte, mas o festival de agosto, inclusive as touradas, seguirão como programado.

Fonte: g1, www.g1.com.br