Trabalhadores de serviços humanitários são sequestrados

Os raptores teriam ido em direção a Agadez, no norte do Níger.

Cinco trabalhadores de serviços humanitários - sendo quatro nigerianos e um chadiano - e um motorista também de origem nigeriana foram sequestrados ontem (14) à noite em Dakoro, no sudeste do Níger. "Eles foram sequestrados na própria residência por homens armados que vinham em duas viaturas", declarou o secretário-geral do departamento de Dakoro, Abu Mahamane.

Os raptores - que "falavam árabe, tamaxeque língua dos tuaregues e hauçá língua regional falada em três países africanos", segundo Mahamane - teriam ido em direção a Agadez, no norte do Níger, na fronteira com o Mali. Foram perseguidos pela segurança local, mas não foram alcançados. Em setembro de 2010, a Al Qaeda raptou sete pessoas na região de Agadez, berço da rebelião tuaregue, entre os quais quatro franceses.

Fonte: Terra