Turbina explode e faz buraco em avião nos EUA

Manobra exigiu o despejo de combustível e ocorreu sem incidentes.

Um avião da Qantas, que havia decolado com destino a Sydney, fez um pouso de emergência no Aeroporto de San Francisco, na Califórnia, Estados Unidos, após um defeito no motor provocar uma explosão e um buraco na fuselagem da aeronave, informou a companhia área australiana nesta quarta-feira (1º).

O acidente ocorreu sobre o Oceano Pacífico, após 45 minutos de voo. Para realizar a manobra com segurança, o comandante da aeronave piloto despejou combustível no mar e voltou ao aeroporto norte-americano. Não há registro de feridos.

Segundo a imprensa australiana, o Boeing 747-400 transportava 212 pessoas. De acordo a agência de notícias Efe, 230 pessoas estavam a bordo da aeronave.

O voo decolou de San Francisco na noite de segunda-feira (30), mas, segundo as agências internacionais de notícias, um de seus motores passou a vibrar, pegou fogo e parte dele explodiu, causando um buraco na fuselagem.

?Ocasionalmente os motores falham nos aviões. Isto prova a habilidade de nossos engenheiros e da tripulação, que trouxeram o avião de volta de forma segura?, afirmou o porta-voz da empresa, David Epstein.

Alguns passageiros confirmaram à imprensa australiana que notaram uma forte vibração, e depois descobriram que saíam chamas de um motor na asa direita do avião. Após a aterrissagem emergencial, os passageiros aplaudiram a manobra e deixaram o avião rapidamente utilizando um escorregador.

Fonte: g1, www.g1.com.br