Turista russo é agredido por indianos após tocar sino sagrado

Ele conta que alguns monges o salvaram de continuar sendo agredido, porém tampouco ajudaram a tratar seus ferimentos

Um turista russo ficou gravemente ferido após ter sido espancado por indianos por ter tocado um sino considerado sagrado. O homem, de 28 anos, estava em férias na Índia e, quando houve a agressão, estava hospedado na vila de Mandrem. Sergey Bogdanov afirma que, além de ter sido agredido, ainda teve atendimento negado por médicos da região. As informações são do Daily Mail.

Sergey Bogdanov enviou um vídeo ao presidente Vladimir Putin solicitando ajuda para voltar ao país. À imprensa russa, ele declarou, por telefone, que "tudo parecia calmo" e os moradores aparentavam ser amigáveis com ele, mas esse comportamento mudou quando ele foi a um templo local e decidiu um sino. O objeto só deveria ser usado em dias sagrados ou para anunciar a morte de alguém do vilarejo. Ele relatou que, depois disso, foi arrastado por uma multidão para as ruas e ali espancado.

Ele conta que alguns monges o salvaram de continuar sendo agredido, porém tampouco ajudaram a tratar seus ferimentos. Ferido, ele procurou ajuda médica, porém os especialistas ficaram sabendo do ato considerado ofensivo e teriam negado atendimento ao russo. Ele recebeu alguns curativos e foi orientado a deixar o local.

Fonte: Terra