Uruguaio de 58 anos perdido há quatro meses nos Andes é encontrado vivo

Raúl Fernando Gómez Cincunegui foi descoberto por policiais argentinos em grave estado de saúde


Uruguaio de 58 anos perdido há quatro meses nos Andes é encontrado vivo

Um uruguaio de 58 anos que estava há quatro meses desaparecido na cordilheira dos Andes foi achado vivo neste domingo no interior de um refúgio em uma montanha na província argentina de San Juan, na fronteira com o Chile, informaram fontes oficiais.

Raúl Fernando Gómez Cincunegui foi descoberto por policiais argentinos em grave estado de saúde no refúgio Ingeniero Sardina, no Vale dos Patos Sul depois de quatro meses sem dar informações à família.

Apesar das temperaturas extremas do inverno, o uruguaio sobreviveu 2.840 metros acima do nível do mar se alimentando de açúcar e uvas passa deixados no refúgio por algum alpinista. "Trata-se de um milagre", declarou à agência oficial Télam o governador de San Juan, José Luis Gioja.

Gioja explicou que Gómez Cincunegui está internado em tratamento intensivo por estar com sinais de "desidratação avançada" e 20 quilos a menos.

O uruguaio chegou à cidade argentina de Mendoza em abril para participar de um encontro de motociclistas. Dali percorreu de moto o sul da Argentina, cruzou o Chile para visitar sua família e em 11 de maio contatou a esposa para dizer que sua moto tinha quebrado e que iria atravessar a pé a cordilheira.

Foi o último contato dele com a família. As buscas tinham fracassado até hoje, quando foi descoberto pelos policiais e levado de helicóptero para um hospital de San Juan a 1,2 mil quilômetros de Buenos Aires.

Gómez Cincunegui contou à equipe de resgate que se desorientou por causa das fortes nevascas que caíram quando caminhava pela cordilheira.

Fonte: Terra