Velório de vítimas de tragédia com time de hóquei reúne 100 mil pessoas na Rússia

Velório de vítimas de tragédia com time de hóquei reúne 100 mil pessoas na Rússia

Familiares e fãs dão último adeus aos mortos em acidente de avião na Rússia

O velório dos 43 mortos, incluindo a delegação do Lokomotiv Yaroslavl, time de hóquei no gelo, na queda de um avião na última quarta-feira reuniu cerca de 100 mil pessoas no estádio Arena 2000, em Yaroslav. De acordo com autoridades da região, parentes, amigos e fãs foram ao locar dar o adeus às vítimas da tragédia, que foram enterradas em seguida.

Entre as homenagens, estavam um grande cartaz com a inscrição ?Nossa equipe para sempre? e fotografias dos jogadores nas paredes do ginásio, onde jogava a equipe do Lokomotiv. A cerimônia contou também com a presença do primeiro ministro russo, Vladimir Putin. O governante colocou dois cravos ao lado das fotografias de cada uma das vítimas.

Homenagens às vítimas estão sendo feitas em toda a Europa. Na sexta-feira, em Moscou, a embaixada da República Tcheca amanheceu com bandeira a meio-pau. Fãs do ex-jogador tcheco Jan Marek deixaram flores em frente ao prédio. O mesmo aconteceu na embaixada da Eslováquia, país do ex-jogador Pavol Demitra, ex-capitão da seleção nacional que também defendia o Lokomotiv.

Jan Marek e os outros dois ex-jogadores tchecos do Lokomotiv, Josef Vasicek e Karel Rachunek, foram homenageados em uma praça de Praga, capital do país.

Alexander Galimov, único jogador sobrevivente do acidente aéreo, continua internado em estado grave. O acidente com a equipe do Lokomotiv é o nono envolvendo o avião YAK-42, em operação desde 1980. Apesar disso, o governo russo não determinou a paralisação dos voos com aeronaves deste tipo. A primeira caixa-preta já foi encontrada e será analisada.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com