Vigia atira e mata ator por engano durante filmagens

Eddie Cuizon, o acusado, entregou-se após se dar conta do que tinha feito.

Um vigia matou a tiros um ator filipino que participava de um filme, ao confundi-lo com um assaltante.

O incidente ocorreu durante uma cena em que o ator Kirk Abella, sobre uma moto, portava uma arma falsa, segundo a polícia.

Abella foi morto com um tiro pelas costas, disse Alex Rellado, chefe da polícia da província de Cebu.

Eddie Cuizon, o acusado, entregou-se após se dar conta do que tinha feito.

"Ele viu que duas pessoas andavam em uma moto e se aproximou. Mas eles não o viram, talvez porque estavam muito atentos ao que o diretor do filme dizia", disse o policial.

Cuizon não estava autorizado a portar armas, segundo a polícia, e pode ser condenado.

O britânico Allan Lyddiard, diretor do filme, suspendeu as filmagens. O filme tratava dos justiceiros que atuam nas Filipinas, à margem da lei.

Fonte: g1, www.g1.com.br