Voos são cancelados na Europa por medidas de segurança

Voos são cancelados na Europa por medidas de segurança

Inicialmente, problema afetava apenas aeroporto escocês. Autoridades dizem que situação irá se normalizar a partir do meio-dia

A Agência Europeia para a Segurança da Navegação Aérea (Eurocontrol) informou que 252 voos foram cancelados nesta terça-feira (24) como consequência da nuvem de cinzas provocada pela erupção do vulcão islandês Grimsvotn.

O Grimsvotn, o vulcão mais ativo da Islândia, entrou em erupção no sábado (21).

Inicialmente, o alastramento das cinzas do vulcão islandês forçou o cancelamento, na segunda-feira (23), de diversas decolagens e aterrissagens em aeroportos escoceses. Cerca de 400 passageiros passaram a noite no aeroporto de Edimburgo.

Mas agora milhares de passageiros enfrentam cancelamentos de voos no Reino Unido. Foram afetados também os aeroportos de Londonderry, Glasgow, Prestwick, Durham Tees Valley, Newcastle e Carlisle.

Controladores de tráfego aéreo europeu confirmam que mais de 250 já foram cancelados. Empresas como British Airways, Easyjet e KLM suspenderam atividades na Escócia, e alguns voos transatlânticos sofreram atrasos.

A ameaça de mais interrupções aéreas fez com que o presidente dos EUA, Barack Obama, adiantasse em um dia sua ida de Dublin, na Irlanda, a Londres, primeiras paradas de seu giro pela Europa nesta semana.

O secretário britânico dos Transportes, Philip Hammond, já havia antecipado que ?a maioria ou todos os voos da Escócia seriam suspensos? na manhã desta terça, mas acrescentou que o tráfego aéreo deveria voltar à normalidade por volta de meio-dia (horário local) em cidades como Glasgow e Edimburgo.

Os problemas causados pelo vulcão Grimsvotn remete a outro vulcão que provocou caos aéreo na Europa. No anão passado, a erupção do Eyjafjallajokull praticamente paralisou o tráfego aéreo da Europa por cerca de um mês.

Fonte: g1, www.g1.com.br