Internet em áreas produtivas atenderá mais de 60 mil piauienses

A tecnologia à serviço do desenvolvimento do Piauí.

Modernizar o Piauí por meio da tecnologia é uma das metas do Governo do Estado. Com objetivo de universalizar o uso da internet pela população, o diretor-geral da Agência de Tecnologia da Informação (ATI), Avelyno Medeiros, esteve reunido, nesta segunda-feira (18), com o secretário da SDR, Francisco Limma, para tratar e atender com pontos de Wi-Fi mais de 20 assentamentos e localidades com capacidade produtiva nas áreas de agricultura e pecuária no estado.

O secretário Francisco Limma apresentou uma lista de assentamentos e povoados que necessitam de um canal de comunicação para a população e outras localidades cuja comunicação e acesso à rede de internet precisam ser ampliados.

É o caso dos povoados Lagoa Seca, Vassouras, Mundo Novo e Sítio do Alegre, localizados entre os municípios de Esperantina e Joaquim Pires; o assentamento Centro do Designo, em Miguel Alves; Imbiribas, em Batalha; comunidades quilombolas de Vila Carolina, Vila São Bernardo, Vila São Francisco e Carnaúbas, em Campo Largo; povoado Formosa, em Matias Olímpio; Capim Grosso, Dnocs e Palmares, em Luzilândia; assentamentos Santo Antônio e Bom Jesus, no município de Nossa Senhora dos Remédios; em Barras os assentamentos de Esperança, Angelim e Barro Preto; Chapada do Pinto, em Joca Marques; o povoado de Sussuapara, em Madeiro; assentamentos Marreco e Lisboa, em São João do Piauí; povoado David Caldas, em União; povoado Ema, em José de Freitas; assentamentos Paulo Freire I e II e São Luís, no município de Pio IX; e povoado Mocambo, em São José do Divino.

Também participaram da reunião o diretor técnico da ATI, David Amaral, e o gerente de Infraestrutura e Sistemas Compartilhados, Weslley Sousa, que juntos com o diretor Avelyno Medeiros irão se reunir com o Incra para traçar estratégias de identificação georreferencial das localidades citadas. Cada uma possui em média 700 famílias, pouco mais de duas mil pessoas por povoado.

Georreferenciamento

O georrerenciamento é uma tecnologia que permite mapear imóveis rurais, definindo com precisão a área e posição geográfica do local. Concluído este processo, a etapa seguinte será a elaboração de um projeto para atender as comunidades, incluindo-as digitalmente.

Ressalta-se a instalação de projetos pilotos nos municípios de Cocal dos Alves e Curralinhos, onde foram implantados, pela ATI, pontos de Wi-Fi que já estão em funcionamento atendendo à população.

Internet em áreas produtivas atenderá mais de 60 mil piauienses
Internet em áreas produtivas atenderá mais de 60 mil piauienses


Fonte: Portal Meio Norte