Investimento público pode bater novo recorde em 2011, diz ministro

Obras e inaugurações em habitação, saneamento, transportes, hospitais e escolas tiveram despesas de R$ 42 bilhões, ou 1,25% do PIB do país.

O ministro Paulo Bernardo (Planejamento) estimou hoje, em Washington, que o valor nominal de investimentos públicos -já recordes no governo Lula- pode crescer e alcançar R$ 50 bilhões no Orçamento de 2011.

Dados preliminares indicam que, nos últimos 12 meses, obras e inaugurações em habitação, saneamento, transportes, hospitais e escolas tiveram despesas de R$ 42 bilhões, ou 1,25% do PIB do país.

Dos R$ 50 bilhões estimados para 2011, R$ 34 bilhões seguirão para o PAC (Programa de Aceleração do Crescimento). Segundo ele, porém, apesar do dispêndio maior, o ritmo do programa deve cair.

"Os projetos já iniciados [...] seguirão no mesmo ritmo, e os novos [...] serão mais lentos, pois é preciso ainda fazer licitações, licenciamentos etc."

Também disse que o PAC "com certeza" não terá o resultado esperado, mas destacou que já foram desembolsados 71% dos investimentos previstos, enquanto 45% dos projetos estão concluídos.

Fonte: Folhapress