Cliente abaixa as calças ao ser parado na porta de banco

Cliente abaixa as calças ao ser parado na porta de banco

Situação inusitada aconteceu em uma agência bancária de Curitiba

Um cliente de uma agência bancária do bairro Uberaba, em Curitiba, se irritou e abaixou as calças após ser parado pela porta giratória. A situação inusitada aconteceu na terça-feira (23).

De acordo com Eustaquio, o homem tentou entrar no banco algumas vezes antes de perder a paciência. O vigilante da agência bancária, ainda segundo o leitor, perguntou se o cliente portava celular ou chave no bolso e o homem disse que não.

?O cliente ergueu a camiseta e perguntou se o segurança queria que ele abaixasse a cueca?, contou o leitor. Eustaquio avaliou a situação como constrangedora e disse nunca ter passado por algo parecido, porém, já presenciou casos em que os clientes são parados pela porta giratória, com detector de metais.

O presidente do Sindicato dos Vigilantes de Curitiba, João Soares, concorda que a situação seja constrangedora e critica as instituições financeiras por não realizarem campanhas publicitárias que esclareçam a importância do equipamento.

?O cliente já chega estressado, ele é travado, daí trava de volta e ele acaba brigando como o vigilante. Mas o vigilante está fazendo o papel dele, cumprindo ordens. Ele tem que procurar conversar com o cliente para ver se tem objeto de metal. Ele não pode deixar entrar porque ele não sabe se é um cliente ou um assaltante?, afirmou soares.

Soares declarou ainda que a obrigatoriedade da porta giratória em bancos é determinada por lei municipal ou estadual, mas existe projeto de lei para torná-la obrigatória nacionalmente. ?Isso tem evitado inúmeros assaltos, depois das instalações das portas giratórias, diminuiu de maneira muito significativa os assalto?, finalizou.


Irritado, cliente abaixa as calças ao ser parado na porta de banco

Fonte: G1