Itamar Franco: Velório do ex-presidente deve atrair 50 mil pessoas em Juiz de Fora (MG)

Itamar Franco: Velório do ex-presidente deve atrair 50 mil pessoas em Juiz de Fora (MG)

Lula, Sarney e Collor chegaram juntos e ficaram por cerca de 40 minutos no local

O velório do senador e ex-presidente Itamar Franco deve contar com a passagem de cerca de 50 mil pessoas até o fim deste domingo (3) na Câmara Municipal de Juiz de Fora, de acordo com estimativa da Polícia Militar local.

Até as 15h, o número de pessoas que esteve no local já ultrapassou as expectativas e superou a marca de 30 mil na cidade, que tem de cerca de 500 mil habitantes.

O Jornal Hoje em Dia informou que não há previsão para o fim da homenagem ao ex-presidente, que morreu neste sábado (2) em um hospital de São Paulo em decorrência de um derrame cerebral.

A PM local também informou que está preparada para que a homenagem ocorra até esta segunda-feira (4) no local.

O velório foi marcado hoje por alguns dos principais personagens do impeachment de Fernando Collor de Melo em 1992.

O fato possibilitou que Itamar Franco assumisse então a presidência. Os nomes da época que chegaram ao local foram os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva, José Sarney e o próprio Collor. Eles permaneceram por cerca de 40 minutos no local, sendo que Lula foi bastante aplaudido, enquanto Collor foi vaiado.

O ministro da Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante, chegou com a comitiva citada por volta das 12h15.

O senador Magno Malta (PR-ES), ao deixar o salão da Câmara onde o corpo de Itamar está sendo velado, disse que "Itamar teve a coragem de enfrentar a inflação e criar o real".

- Deixa um legado de coragem e de determinação. Era um homem público probo neste país, um exemplo para uma juventude que está aí para assumir o país porque a fila anda, afinal de contas. É uma perda grande, pois a figura de Itamar marca para nós o fim de uma época em que a gente saía pra comprar leite de manhã e à tarde o preço era outro, com 86% de inflação ao mês.

Malta disse esperar que o ex-deputado e presidente do Cruzeiro, José Perrella de Oliveira Costa (PDT), o Zezé Perrella, que ficará com a vaga de Itamar no Senado, "seja honesto".

O senador Itamar Franco (PPS), presidente da República de 1992 a 1994, morreu na manhã de sábado, aos 81 anos, em São Paulo, vítima de leucemia. Ele estava internado no Hospital Israelita Albert Einstein desde o dia 21 de maio e permanecia licenciado de suas atividades no Senado. Nos últimos dias, o senador apresentou um quadro de pneumonia grave e foi transferido para a UTI. Nas últimas horas de vida, foi vítima de um acidente vascular cerebral (AVC) e entrou em coma. Segundo o hospital, Itamar morreu por volta das 10h15 da manhã.

Depois de Juiz de Fora, o corpo do ex-presidente seguirá para o Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte, onde será velado nesta segunda-feira (4) e depois cremado. As cinzas serão levadas para Juiz de Fora e colocadas no túmulo da mãe do ex-presidente. A Presidência da República decretou luto oficial por sete dias.





Fonte: R7, www.r7.com