Jovem agride diretora após escola reter seu celular por um mês

A menina saiu de si e agrediu diretora com tapas e puxões.

 Uma aluna de 14 anos de um colégio municipal de São José do Jacuípe, no centro norte da Bahia, foi expulsa após briga com a diretora da unidade de ensino por causa de um celular.

De acordo com a tia da menina, Jamile Silva Santos, a sobrinha relatou que, na sexta-feira (23), teve o celular retido em sala de aula pela diretora da colégio, onde cursava a 6ª série. No final da aula, disse que procurou pela profissional, que já tinha ido embora.

Na segunda-feira (30), Jamile Santos conta que a sobrinha voltou à diretoria para pedir o celular de volta, mas foi informada que só teria o celular em um prazo de 30 dias. Nervosa, a adolescente teria perdido a cabeça e agredido a diretora com tapas e puxões de cabelo.

Image title

"Ela está aqui há 15 dias. Morava em São Paulo com a mãe e aqui está morando com a avó. Ela não sabia da orientação de que o celular não poderia ser usado na sala de aula", relatou a tia. Sobre a agressão, Jamile conta que a sobrinha está arrependida.

De acordo com a diretora, a aluna teria descumprido a orientação de não usar o celular em sala de aula e, por isso, teve o equipamento recolhido. Por conta da agressão, a aluna foi expulsa da unidade de ensino. A diretora denunciou o caso à Polícia Civil e ao Conselho Tutelar. A tia da jovem relatou que já prestou esclarecimentos à polícia

Fonte: Com informações do G1