Jovem baleada em Realengo retoma rotina junto a colegas

De cadeira de rodas, ela atuou como árbitra em competição de atletismo.

A manhã deste sábado (9) foi especial para a jovem Thayane Tavares, de 13 anos, que foi baleada no ataque à Escola Tasso da Silveira, em abril.

Última vítima do atirador a receber alta, Thayane começou a retomar sua rotina e foi assistir a uma competição de atletismo, esporte que praticava antes de ser ferida na tragédia.

A jovem chegou de cadeira de rodas ao ginásio do Instituto Ideal Brasil, em Sulacap, na Zona Oeste do Rio, e foi recebida com carinho por centenas de colegas competidores. O treinador a escalou como árbitra da competição. "Eu fico muito nervosa, porque eu erro mais do que acerto", brincou a menina de 13 anos. "O que mais quero agora é voltar a andar para poder estar aqui competindo de novo", disse.

Depois de 68 dias de internação e quatro cirurgias, Thayane teve alta no dia 14 de junho. Ela chegou a correr o risco de ficar paraplégica, mas já recuperou a sensibilidade dos membros inferiores e consegue contrair os músculos de uma das pernas. Ela ainda não consegue andar, mas tem chances de recuperar os movimentos.

Fonte: g1, www.g1.com.br