Jovem de 17 anos quebra o punho em jogo de futebol e morre no hospital

O médico disse que era uma luxação e o liberou na mesma hora.

André Felipe Leal Vianna, de 17 anos, morador na Cidade Industrial de Curitiba (CIC) estava com amigos jogando futebol na areia de Matinhos quando caiu e machucou o punho, na tarde do dia 15, sexta-feira e acabou morrendo neste domingo (17).

De acordo com informações da prima do jovem, Roseli de Fátima, ele foi encaminhado logo após o acidente, ao Hospital Nossa Senhora dos Navegantes, em Matinhos.

O médico disse que era uma luxação e o liberou na mesma hora.

Com muita dor o jovem retornou na sexta à noite para Curitiba e procurou a Clínica de Fraturas da XV.

A família acredita em possível erro cometido por médicos de dois hospitais, um de Curitiba e um de Matinhos.

Ainda de acordo com a família, o jovem possuía convênio no Hospital da XV e no sábado foi à clínica e só fizeram um simples raio-x, e o diagnóstico novamente apontou que seria uma luxação.

Com bastante febre, já na manhã de domingo, a família do jovem procurou novamente a Clínica de Fraturas e foi orientada pelo médico a levar André com urgência ao Hospital Evangélico, porque ele teria rompido uma veia calibrosa do punho.

Já no Hospital Evangélico, André recebeu uma dose de morfina, mas morreu pouco depois.

O legista do Instituto Médico Legal (IML), informalmente disse que André sofreu uma embolia pulmonar, causada pela hemorragia interna.

Fonte: Terra