Jovem médico dormiu ao volante em acidente na BR 316, diz laudo preliminar da PRF

O corpo da vítima foi encaminhado ao Hospital Regional Nordeste Moura em Elesbão Veloso.

Uma nota preliminar divulgada pel Polícia Rodoviária Feral (PRF) aponta que o médico João Emanuel de Sousa, 24 anos, que morreu vítima de um acidente de carro na madrugada da última terça-feira (17), na BR 316, próximo a cidade de Elesbão Veloso, pode ter dormido ao volante.

No veículo, estavam seu pai João Elias e seu irmão Bruno que sofreu ferimentos graves e foi levado para o hospital. Emanuel viajava para a cidade de Elesbão Veloso onde tinha plantão pala manhã e estava em um Celta que colidiu de frente com um caminhão carregado de melancias, que seguia de Petrolina para Teresina.

O corpo da vítima foi encaminhado para Hospital Regional Nordeste Moura em Elesbão Veloso. Segundo o laudo, o carro conduzido por João Emanuel de Sousa teria invadido a pista e, em seguida, colidiu com o outro veículo.

"A análise inicial dá conta que o Celta invadiu a contramão. Não há marcas de frenagem do Celta, acredita-se que o condutor tenha dormido ao volante. Foi realizado teste de alcoolemia com o condutor do caminhão, mas o resultado foi negativo. Em seguidam o condutor do caminhão foi encaminhado à Delegacia de Polícia de Elesbão Veloso”, diz a nota emitida pela PRF.

 

 

Fonte: Portal Meio Norte