Jovens que postam fotos bebendo têm mais risco de alcoolismo

O resultado preocupa os pesquisadores

Um perfil nas redes sociais revela mais do que você imagina - e pode dar indícios de problemas de saúde. Pesquisadores  descobriram que universitários que postam fotos bebendo no Facebook, Twitter e Instagram têm chances maiores de ter problemas com álcool. O estudo da Universidade Estadual da Carolina do Norte contou com 364 estudantes.

Os participantes que tinham o hábito de publicar conteúdo relacionado a bebida - contando o que estavam bebendo, fazendo check-in em bares, postando fotos dos amigos bêbados ou reclamando da ressaca - também eram os que tinham problemas com álcool com mais frequência.

Faltavam às aulas e ao trabalho, entravam em brigas e tinham notas maiores em um questionário que avalia o risco de desenvolver dependência do álcool. O resultado preocupa os pesquisadores porque, segundo estudos anteriores, quase todos os jovens postam conteúdos relacionados ao consumo de álcool - antes de entrar na faculdade, são 40% e o número sobe para 90% no primeiro ano.

O que mais surpreendeu os cientistas é que postar sobre os seus drinques está mais ligado ao abuso do álcool do que beber em si. Os estudantes que bebiam, mas ficavam longe das redes sociais, relataram uma quantidade menor de problemas relacionados ao álcool.

O grupo testou a hipótese com outro questionário - e os "postadores" foram os que mais se identificavam com frases como: "Beber é parte de quem eu sou" e "beber é parte central da experiência na faculdade". É possível que, com isso, os universitários caiam em um ciclo perigoso: consideram beber como parte da sua identidade, postam nas redes, recebem um feedback positivo dos amigos através das curtidas e comentários, e acabam por beber - e postar - mais.


Image title

Fonte: Com informações da Revista Exame