Jovens são 32% dos mortos em acidentes no Piauí

Jovens são 32% dos mortos em acidentes no Piauí

O dado é da Polícia Rodoviária Federal.

Excesso de velocidade, bebida alcoólica e uma juventude imprudente foi a combinação de fatores que levaram muitos jovens à morte no trânsito em 2011. No Piauí, 65 pessoas na faixa etária de 15 a 30 anos integram as estatísticas de vítimas fatais, segundo a Polícia Rodoviária Federal. Isso significa que

32% dos mortos em acidentes de trânsito são jovens.

Comparando com dados da PRF do ano passado, é possível prever que ao final de 2011 os índices estarão

maiores. Em 2010, os jovens estiveram envolvidos em 1.497 acidentes de trânsito e 66 morreram. Segundo o inspetor da PRF, Raimundo Rameiro, o número de acidentes deve aumentar 11% este ano e o de vítimas fatais 6%. O inspetor defende que os acidentes só acontecem por desrespeito às leis de trânsito, principalmente no que se refere aos limites de velocidade e a ingestão de bebida alcoólica.

?Dados do IBGE mostram que a expectativa de vida dos homens está caindo por conta de acidentes de trânsito. Nossos jovens estão se dizimando?, lamenta o inspetor. A prova de que o excesso de velocidade é determinante para as mortes no trânsito é o número de vítimas fatais registrado na Avenida João XXIII antes e depois da implantação do radar da PRF.

Em 2010, quando não havia o redutor de velocidade, 12 pessoas morreram naquele trecho. Já este ano, o número caiu para 5 vítimas fatais. Segundo um levantamento da PRF, os acidentes geralmente acontecem à noite, aos finais de semana e nas BRs 343 e 316. O maior número de ocorrências é registrado na zona urbana, porém os casos mais graves acontecem nas rodovias, onde o limite de

velocidade pode chegar até a 110 km/h, embora os radares detectem condutores dirigindo a 150 km/h.

Fonte: Nayara Felizardo