Jovens usam cada vez mais a internet para procurar emprego

Sites de empregos são nova opção para desempregados

Se antes a entrada para o mercado de trabalho era a porta da frente da firma, hoje passou a ser um clique no computador. Cada vez mais gente procura ajuda em sites especializados na recolocação profissional na busca por uma vaga no tão disputado mercado de trabalho.

Não é mais preciso sair de porta em porta procurando emprego, basta se inscrever e esperar o contato. Contudo, é preciso cautela também, pois nem sempre a vaga esperada aparece.

Foi o que aconteceu com a publicitária Silvia Chazan. Durante três meses ela pagou R$ 100 com a promessa de que a sonhada vaga na área de marketing era dela. ?Na primeira semana, que era gratuita, eu não tive nenhuma chamada para nenhuma entrevista, e durante três meses que eu paguei somente uma vez me chamaram e não foi para área de marketing, mas para telemarketing e não era nada do que eu queria.?

Os candidatos que apareceram na empresa da Simone Saad também não tinham o perfil que ela queria. A empresária está há doze anos no mercado e quando procurou pela primeira vez uma agencia virtual para contratar um funcionário, se deu mal. ?Além da gente não conseguir quase nenhuma entrevista, conseguimos duas, mandaram pessoas que a gente não havia escolhido no site.?

Nem sempre o caminho que parece mais fácil é o melhor. Por isso é preciso ter cuidado para não ser enganado procurando emprego pela rede. Fazer um currículo objetivo e dizer sempre a verdade são duas dicas primordiais.

Fonte: g1, www.g1.com.br