Junta Comercial reativa postos em dois municípios no Piauí

A diretora de registro, colocou em voga as necessidades

Após a consecução do apoio das prefeituras, a Junta Comercial (Jucepi) reativará os postos de atendimento em dois municípios do Estado, São João do Piauí e São Raimundo Nonato.

Em tal âmbito, as unidades também funcionam para a coleta de processos; a ação foi disposta após visita técnica realizada neste final de semana pela vice-presidente da entidade, Simone Senise e a diretora de registro, Gelzuita Melo, impondo para a viabilização da medida.

Cabe ressaltar que os objetivos do órgão são: registrar os atos empresariais e das sociedades mercantis; prestar informações do cadastro de empresas aos empresários, comunidade e ao governo; dentre outros.

No município de São João do Piauí, a equipe da Junta foi recebida pelo Chefe do Executivo municipal, Gil Carlos (PT), que explicitou o seu apoio em torno da iniciativa. A demanda foi explicada pela vice-presidente, destacando que a unidade vai funcionar para pré-análise de documentos e autenticação de livros contábeis.

"Antes de serem protocolados, os processos serão conferidos, com base em check-list, evitando o envio de documentos incompletos para a análise final e autenticação em Teresina, economizando custos e tempo", disse. Com esse serviço, ela sintetizou para a facilidade na vida dos empreendedores que necessitam do órgão de registro empresarial.

Adotando tal viés, a diretora de registro, colocou em voga as necessidades infraestruturais e também de pessoal, para que os serviços sejam retomados no menor tempo possível.

"A parceria com a prefeitura é de extrema importância para restabelecer os atendimentos", detalhou. Já em São Raimundo Nonato, a receptividade também foi positiva, demandando ao posto apenas a coleta de processos, de modo que estes serão protocolados e encaminhados para análise e autenticação na capital.

A união de esforços perseguida através da parceria com os entes municipais, corroboram as ações de descentralização da Junta Comercial, pautando na contribuição para formalização de empresas, além de atuar estritamente na geração de emprego e renda no Piauí.

Fonte: Francy Teixeira