"Juntava dinheiro para sua festa de 15 anos", diz avó de menina achada morta

Ninguém foi preso até o momento

O caso da jovem Elza Liviane Ribeiro, encontrada morta neste sábado (22) em Santos, no litoral de São Paulo, mobilizou toda a comunidade de Monte Cabrão, onde a garota vivia. Familiares e vizinhos ajudaram nas buscas pela vitima, que foi achada com sinais de violência em um terreno ao lado da própria casa. A avó da vítima lamenta a morte e pede que o caso não seja esquecido.



De acordo com a avó Maria José Rogério do Nascimento, ela e a neta já planejavam a festa de 15 anos, que seria em agosto. ?Ela dizia que não queria festa grande, queria igual o que eu fiz. Íamos chamar as irmãs da igreja, fazer um almoço e depois cantar ?parabéns para você?. Eu estava guardando um dinheiro para fazer a festa dela de 15 anos, mas agora não tenho nem o que falar. Ela não me chamava de vó, me chamava de mainha. Tiraram a minha alegria, a minha vida. Como fazem uma barbaridade dessa??, diz a avó da menina.

Segundo a mãe Rosicleide Rogério Nascimento, a menina era muito estudiosa e caseira. ?Ela era muito querida aqui, uma menina dócil, brincalhona, criança, só tinha tamanho. Infelizmente aconteceu essa desgraça com a minha filha. Ela todo dia falava eu te amo, eu nunca vou te deixar. Dizia que ia seguir meu exemplo, ia estudar, terminar os estudos e entrar no Exército. Ela gostava de ir para a escola, estudava de manhã e a noite ia para o Escola Total, onde fazia esportes também.

Minha filha é linda, sempre vai ser linda. Destruíram com a minha vida, tiraram um pedaço de mim?, afirma Rosicleide.

O boletim de ocorrência foi registrado na delegacia sede de Guarujá, no litoral de São Paulo, que é próximo da comunidade de Monte Cabrão. Mas, segundo a mãe da vítima, o caso será investigado pelo 1º DP de Santos a partir de segunda-feira (24), quando os envolvidos vão prestar depoimentos a polícia.

Fonte: G1