Justiça autoriza defesa de Bola a inquirir testemunhas em júri

Justiça autoriza defesa de Bola a inquirir testemunhas em júri

O julgamento de Bola foi desmembrado e deve acontecer no dia 22 de abril

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais concedeu na sexta-feira um habeas-corpus que autoriza os advogados do ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, a inquirir as testemunhas do júri do goleiro Bruno Fernandes e da ex-mulher do atleta Dayanne Rodrigues.

Bola, Bruno e Dayanne são acusados do cárcere privado e morte da ex-amante do jogador Eliza Samudio. O julgamento de Bola, no entanto, foi desmembrado e deve acontecer no dia 22 de abril.

A "liminar por economia processual", concedida pelo desembargador Doorgal Andrada, permite que os defensores de Bola estejam presentes no júri de Bruno e Dayanne, que começa na segunda-feira no Fórum de Contagem, e façam questionamentos às testemunhas. De acordo com o magistrado, o habeas-corpus garante o direto à ampla defesa de Bola.

Fonte: Terra, www.terra.com.br