Condenados quatro envolvidos no vazamento do Enem de 2009

Após ter sido furtada de uma gráfica de São Paulo, a prova foi oferecida para um repórter do jornal O Estado de São Paulo.

A Justiça Federal de São Paulo condenou nesta terça quatro dos cinco envolvidos no furto e vazamento do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2009. De acordo com informações do Jornal da Globo, eles foram condenados por corrupção passiva e violação de sigilo funcional.

Após ter sido furtada de uma gráfica de São Paulo, a prova foi oferecida para um repórter do jornal O Estado de São Paulo. Após o vazamento, o Ministério da Educação cancelou o exame que seria aplicado para mais de 4 milhões, em 113.857 salas de 10.385 escolas do País. O fato tumultuou o calendário de vestibulares do final de 2009 e início de 2010 e os gastoa com a reimpressão das provas do Enem foram estimados em R$ 148 milhões, segundo o MEC.

Fonte: Terra