Justiça decide nesta quinta-feira (30) se acusado de matar professora será preso

A decisão do Ministério Público foi encaminhada nessa quarta-feira ao juiz Edson Alves da Silva, da Vara Criminal de Campo Maior


O promotor criminal da Comarca de Campo Maior, Cláudio Bastos, revelou nesta quarta-feira (29) que se pronunciou sobre a prisão do pedreiro Francisco de Assis Vasconcelos Campos, de 43 anos, que é acusado de matar a professora Adriana Tavares do Vale, de 30 anos, e ainda tentar matar a sua esposa Maria das Dores Campos.

A decisão do Ministério Público foi encaminhada nessa quarta-feira ao juiz Edson Alves da Silva, da Vara Criminal de Campo Maior, que decide nessa quinta-feira, 30, se acata o pedido da Polícia e sobre os argumentos do Ministério Público sobre o caso.

O promotor disse que o juiz deve se pronunciar sobre a prisão se entender que há a necessidade de manter a ordem pública, se Assis oferece riscos a investigação e ainda se há risco de fuga e de outros crimes.

Clique e curta o Portal Meio Norte no Facebook

 

Matérias Relacionadas:

Mulher leva 7 facadas de ex-marido e amiga morre após ser perseguida pelo acusado
Acusado de matar professora se livra da prisão por causa da Lei Eleitoral
 

 

Fonte: Portal de Campo Maior