Justiça decide se Thor Batista ficará sem carteira de motorista

Filho de Eike teve direito de dirigir suspenso após acidente que matou um ciclista

A 5ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro irá julgar nesta quinta-feira (25), a partir das 13h, o recurso de Thor Batista sobre a suspensão da carteira de motorista. O filho do megaempresário Eike Batista tenta manter o direito de dirigir obtido provisoriamente após o acidente que matou uma pessoa no início do ano.


Justiça decide se Thor Batista ficará sem carteira de motorista

No dia 17 de março, Thor atropelou e matou o ciclista Wanderson Pereira dos Santos, na BR-040, sentido Petrópolis-Duque de Caxias. A Justiça determinou a suspensão por um ano da carteira de habilitação, mas, no dia 20 de julho, ele conseguiu obter o documento por meio de uma liminar (decisão provisória).

Segundo denúncia do Ministério Público Estadual, Thor agiu de forma imprudente, uma vez que dirigia em velocidade incompatível para o local, não inferior a 135 km/h, de acordo com o laudo pericial. A velocidade máxima permitida para veículos de passeio no trecho é de 110 Km/h.

Outro lado

Quando Thor foi indiciado pela polícia, seus advogados enviaram nota à imprensa na qual classificavam como inaceitável a conclusão dos peritos. O texto dizia ainda que a conclusão de excesso de velocidade causa indignação.

A nota dizia também que a conclusão do inquérito ?se traduz em peça de ficção científica, sendo impossível compreender, inclusive, como os peritos chegaram ao resultado?.

A defesa de Thor informou ainda que foi feito um laudo particular, que aponta para uma velocidade entre 87,1 km/h e 104,4 km/h.

Fonte: r7