Justiça de SP decreta prisão do cantor Gian por não pagar pensão alimentícia a seu filho

Justiça de SP decreta prisão do cantor Gian por não pagar pensão alimentícia a seu filho

A autônoma Maria Cláudia de Medeiros Alonso, que foi casada com o artista, cobra cerca de R$ 90 mil dele

A Justiça de Barueri, na Grande São Paulo, decretou nesta semana a prisão do cantor Gian, da dupla sertaneja Gian e Giovani, por falta de pagamento de pensão alimentícia para o filho adolescente que ele tem com a ex-mulher. A decisão judicial determina que Aparecido dos Reis Morais, o Gian, fique preso por 30 dias pelo descumprimento.

A autônoma Maria Cláudia de Medeiros Alonso, que foi casada com o artista, cobra cerca de R$ 90 mil dele. O valor é equivalente a aproximadamente R$ 10 mil mensais, que deveriam ter sido pagos desde dezembro.

A defesa do sertanejo afirmou que Gian ainda não havia quitado a dívida porque passa por dificuldades financeiras, mas que irá saldá-la até a tarde desta quinta-feira (6) para que o mandado de prisão contra ele seja revogado. Segundo o seu advogado, Aparecido Hernani Ferreira, o paradeiro do cantor não será revelado por questões de segurança.

?Meu cliente não tem renda mensal e ela varia da quantidade de shows que ele faz. Ele está passando por dificuldades financeiras. Ele está lutando para sobreviver como as outras duplas sertanejas?, disse o advogado Hernani Ferreira.

?O que ele pode pagar ao filho de 14 anos são R$ 3 mil mensais e não R$ 10 mil como a ex-mulher dele quer. Quero deixar claro que ele tem pagado a pensão para o filho, mas com aquilo que ele pode, que varia entre R$ 1 mil a R$ 3 mil?.

Até as 13h20 desta quinta-feira (6) o mandado de prisão contra Gian não constava no sistema da Polícia Civil, o que significa que ele ainda não poderia ser preso. Apesar disso, o advogado de Maria Cláudia, Azis José Elias Filho, afirmou à equipe de reportagem que irá nesta tarde a Vara Cível do Fórum de Barueri para pegar o documento e entregá-lo numa delegacia da cidade para que a decisão seja cumprida.

?Minha cliente entrou com uma ação de execução de alimentos onde a ex-mulher e seu filho estão pedindo o pagamento de pensão atrasada. A situação é de um pai que deve pensão ao filho e não honrou o compromisso. Pela lei, o processo tem duas alternativas: ou se cumpre ou é determinada a prisão. Como o pagamento não foi feito, a Justiça decretou a prisão?, disse o advogado Azis Elias Filho.

Atualmente Gian tem outra mulher, uma ex-dançarina de um programa de auditório, com quem tem um filho. ?O Gian só tem um imóvel onde mora com a família. E está pagando uma prestação nessa casa em Alphaville, em Barueri. Mas quero dizer que onde ele mora não é um casarão, é mais uma daquelas casinhas do fundão de Alphaville, que vale R$ 200 mil.?

A assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça de SP (TJ-SP) informou que não poderia dar informações sobre o processo que a ex-mulher de Gian move contra ele porque a ação está sob segredo.

Fonte: G1