Justiça Itinerante realizou mais de 22 mil procedimentos em 2014

Em relação ao comparativo no intervalo de tempo de dezembro de 2012 a dezembro de 2014, já foram 4647 atendimentos realizados pelo projeto 'Eu tenho pai'

O Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI) divulgou ontem o relatório sobre a Justiça Itinerante no último ano, apontando pela primeira vez os dados referentes ao projeto 'Eu tenho pai', que realiza um trabalho de reconhecimento de paternidade, através de exames gratuitos de DNA.

Ao todo, foram 104 municípios piauienses atendidos pelo projeto em 2014, o índice demonstrou uma ampliação no atendimento, contudo, o objetivo do órgão é que neste ano as ações atinjam uma parcela ainda maior da população.

Neste sentido, o relatório revelou que foram efetuados 22.303 procedimentos efetuados, ajuizando e julgando 4.949 ações, em 26 jornadas, realizadas tanto na capital quanto no interior do Piauí.

No que condiz ao projeto 'Eu tenho pai', o demonstrativo orquestrou para um total de 1351 procedimentos, sendo 720 reconhecimentos voluntários de paternidade, 286 exames de DNA e 345 homologações de acordos de alimentos.

Em relação ao comparativo no intervalo de tempo de dezembro de 2012 a dezembro de 2014, já foram 4647 atendimentos realizados pelo projeto 'Eu tenho pai'.

Vale lembrar que o principal objetivo do programa 'Justiça Itinerante' é levar inclusão social às comunidades hipossuficientes, além das ações extrajudiciais oferece serviços de outras parcerias, tais como Passe Livre;

Alistamento Militar, Bolsa Família; Carteira de Trabalho; orientações sobre benefícios do INSS; realização de exame gratuito de DNA, através do Projeto "Eu Tenho Pai", em parceria com o Laboratório Central (Lacen); dentre outros serviços disponibilizados pelos demais parceiros.

Clique aqui e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Francy Teixeira