Justiça planeja ampliação do sistema de tornozeleira eletrônica

Uma alternativa para a redução da superlotação nas penitenciárias

Norteando os avanços visionados pelo Governo no sistema prisional piauiense, o secretário Daniel Oliveira esteve reunido na manhã de ontem (14) na Corregedoria Geral do TJ-PI com juízes criminais e promotores de Justiça que atuam na região de Picos, orquestrando para melhorias na Penitenciária José de Deus Barros, situada no município.

Neste âmbito, a audiência foi consolidada pelas discussões em torno do uso da tecnologia a serviço da administração, corroborando os reflexos positivos demandados pelo sistema de tornozeleira eletrônica. Tal acompanhamento foi destrinchado pelo gestor, que garantiu o compromisso de implantar o uso na unidade, somando-se às ações já adotadas pela pasta, tendo em vista que apenas no primeiro quadrimestre de 2015 o avanço da medida foi de 115,68%.

A iniciativa emerge como uma alternativa para a redução da superlotação nas penitenciárias do Estado, confluindo para a importância da ampliação da ação na unidade prisional, fator reverberado ainda pelo projeto de aumentar o número de vagas no local. “Tivemos duas importantes agendas tratando de assuntos de interesse da Secretaria de Justiça, como a regulamentação da in-clusão dos detentos nos presídios. Também discutimos a necessidade de aumento das vagas. Iremos fazer o projeto de 160 novas vagas para a unidade prisional de Picos”, indicou o secretário.

PRAZO – No limiar das perspectivas relacionadas à implantação do sistema de tornozeleiras eletrônicas na penitenciária em Picos, Oliveira estabeleceu uma projeção quanto ao prazo para a iniciativa começar a funcionar na unidade. “Pactuamos as prioridades e no prazo de 60 dias vamos implantar o sistema de tornozeleiras eletrônicas na penitenciária da cidade de Picos e o projeto de ampliação das vagas. Depois de concluído, o projeto será encaminhado para licitação”, explicou.

Fonte: Francy Teixeira - Jornal MN