Juíza proíbe show de menores do Bonde das Maravilhas: "Erotizante"

Juíza proíbe show de menores do Bonde das Maravilhas: "Erotizante"

Conselho Tutelar alega que evento viola direito à proteção de menores.

A Juíza da Vara de Infância e da Juventude de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, Luciana Assad Luppi Ballalai, proibiu a apresentação das adolescentes que integram o Bonde das Maravilhas no show marcado para este sábado (17), às 23h, em um balneário da cidade. A decisão leva em conta o pedido feito pelo Conselho Tutelar 2, que aponta a violação de artigos do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) sobre a proteção e uso inadequado da imagem de menores de idade e a falta de informações sobre as condições de segurança do local.

De acordo com o ofício, a juíza proíbe a participação das adolescentes de 13,16 e 17 anos no show ? exceto se tiverem ?autorização judicial expedida por juiz competente? ? e justifica a decisão apontando que ao ?apresentam-se praticamente seminuas, dançando coreografias altamente sensuais, elas estão inseridas em contexto erotizante que lhes deturpa a boa formação moral e sexual, com aberto convite à prostituição?.

O presidente do Conselho Tutelar 2 de Foz do Iguaçu, Paulo dos Santos, explicou que o pedido tinha como objetivo proteger tanto as integrantes do grupo como os espectadores. ?O público do "Bonde das Maravilhas" é basicamente de adolescentes. Como envolve menores de idade, os organizadores do show deveriam ter comunicado a Vara de Infância e da Juventude e os órgãos competentes com no mínimo cinco dias de antecedência, mas isso não foi feito?, observa.

Santos alega ainda que não há qualquer garantia de que seguranças foram contratados para garantir a proteção dos adolescentes e para evitar que consumam bebidas alcoolicas. ?O próprio material de divulgação do show aponta que é ?liberada a entrada de bebidas??, apontou ao adiantar que uma equipe do Conselho Tutelar estará no local da apresentação para conferir o cumprimento da decisão. A juíza estabeleceu multa de R$ 100 mil no caso de a determinação ser desrespeitada.

David da Silva, um dos organizadores, assegurou que o show será realizado e que, diferente da programação anterior, menores de 18 anos não poderão entrar. ?Vamos acatar a decisão da juíza e, para compensar os fãs, em breve devemos anunciar um novo show sem esta restrição de idade, a exemplo da apresentação que faremos hoje também em Cascavel e no Paraguai. Isso só aconteceu porque não fizemos o comunicado com antecedência, mas temos todas as outras autorizações da prefeitura, do Corpo de Bombeiros e da Polícia Civil.?

MP-RJ investiga cunho pornográfico em coreografias

Na formação mais atual, o grupo é formado por seis integrantes, três delas adolescentes. Sucesso na internet, com coreografias e passos inusitados, as meninas estão na mira do Ministério Público Estadual do Rio de Janeiro. Foi instaurou um procedimento administrativo para apurar músicas e coreografias do Bonde das Maravilhas. A investigação foi motivada por uma denúncia do Conselho Tutelar de São Fidélis, no Norte Fluminense, e está ligada à possível violação aos artigos 17 e 18 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que garantem à criança e ao adolescente o direito à preservação da imagem e o direito de não terem sua imagem explorada de qualquer forma. Também é investigado eventual cunho pornográfico das coreografias filmadas e postadas na web.

Empresário fala em mudança de perfil

O grupo de funk, natural de Niterói, virou sucesso na internet este ano, com a música "Aquecimento das Maravilhas", que ensina a fazer um passo de dança batizado de "quadradinho de 8".

Apenas Katlyn é maior de idade: tem 20 anos. A vocalista Thaysa tem 16 anos, e as "Irmãs Metralha", como são chamadas Rafaela e Renata Maciel, têm 16 e 13, respectivamente, e Karoliny tem 17.

O empresário do grupo, Henrique Milão, chegou a afirmar que a denúncia partiu de "pessoas incomodadas com o sucesso" das meninas. Segundo ele, a polêmica deve ser encerrada em breve porque o perfil do Bonde das Maravilhas vai mudar. Ela disse que, mantendo o ritmo de funk, as meninas vão lançar duas músicas voltadas para as crianças: "Abededário das Maravilhas" e "Ginástica das Maravilhas".

Fonte: G1