Justiça proíbe imitação de Silvio Santos no “Pânico”; Band deve pagar R$ 100 mil

Justiça proíbe imitação de Silvio Santos no “Pânico”; Band deve pagar R$ 100 mil

No último domingo, a Band voltou a exibir imitações do dono do SBT no programa "Pânico".

A 6ª Câmara do Tribunal de Justiça de São Paulo manteve nesta quinta-feira a proibição do uso de imagem de Silvo Santos pelo "Pânico na Band".

Em nota divulgada hoje, o SBT afirma: "A 6ª Câmara do Tribunal de Justiça de São Paulo, julgou hoje, em definitivo, o agravo de instrumento no qual o apresentador Silvio Santos já havia obtido liminarmente a decisão que impedia a TV Bandeirantes de utilizar das suas imagens, sons e características pessoais, inclusive imitações e caricaturas, além da vedação à perseguição, cerco e constrangimento à participação em seus programas e da aproximação de seus profissionais, com a intenção de entrevistas e captação de imagens, em um raio de cem metros".

O comunicado segue, afirmando que, com a decisão, "está mantida a proibição que foi imposta à TV Bandeirantes, estando reconhecida a ilegalidade da utilização e exploração das imagens na exibição do último programa "Pânico na Band", devendo a emissora responder com a multa de R$ 100 mil cada vez que violar a decisão judicial". No último domingo, a Band voltou a exibir imitações do dono do SBT no programa "Pânico".

O embate entre Silvio e o "Pânico" começou no ano passado. No ar na Band, a atração sofreu um duro golpe: foi proibido pelo apresentador de imitá-lo, citá-lo e até mesmo de chegar perto dele. Os humoristas da atração chegaram até a enterrar o personagem, interpretado por Ceará.

Fonte: Terra