Laboratório Central do Piauí realiza mais de 60 exames de DNA por mês

Os procedimentos são realizados em uma parceria entre a Secretaria de Estado da Saúde e a Defensoria Pública do Piauí.

O Laboratório Central do Piauí (Lacen) comemorou nesta quinta-feira (30) três anos de realização do exame de DNA para investigação de paternidade e maternidade. Os procedimentos são realizados em uma parceria entre a Secretaria de Estado da Saúde e a Defensoria Pública do Piauí.

Image title

Atualmente, são feitos 60 exames por mês, em média. “Mas, esse número dobra ou triplica, dependendo das ações da Justiça Itinerante pelo interior do Estado”, explica a diretora do Lacen, Walterlene Carvalho.

A diretora explica que para ter acesso ao exame, a pessoa deve se dirigir até a Defensoria Pública, abrir o processo de investigação de paternidade ou maternidade e marcar o exame, que tem o resultado conhecido no período de 30 a 60 dias.

Para a coleta do material para exames, o Lacen mantém um técnico em saúde na Defensoria Pública, tanto em Teresina quanto nos municípios do Piauí em que existem o órgão, facilitando, ainda mais, o acesso da população ao exame de DNA, beneficiando milhares de crianças.

Fonte: Ascom