Ladrões amarram explosivos em bancário para obrigá-lo assaltar

Os bandidos amrraram explosivos e mandaram homem assaltar banco

Durante uma tentativa de assalto ao banco Santander, na cidade de Barreira, oeste da Bahia, nesta quarta-feira (11), o tesoureiro da agência, Wallace Bruno França, teve explosivos amarrados ao corpo. 

Wallace foi rendido no início da manhã de hoje, fora do banco e teve os explosivos amarrados na cintura pelos bandidos que o obrigaram a ir até  a agência para fazer saques.

O dinheiro deveria ser repassado aos assaltantes, que o esperavam do lado de fora do banco. A mãe do tesoureiro foi feita refém.

O tesoureiro teve explosivos amarrados na cintura
O tesoureiro teve explosivos amarrados na cintura

O delegado de Barreiras, Joaquim Rodrigues, diz que o bancário avisou aos colegas do banco sobre o plano dos assaltantes. O alarme foi acionado e a polícia cercou a agência bancária.

"Os bandidos conseguiram fugir, mas não levaram nenhum dinheiro", disse o delegado.

Segundo a polícia, os assaltantes liberaram a mãe de Wallace, sem ferimentos, na zona rural da cidade.

Uma equipe do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais) foi deslocada de Salvador, a 860 km da cidade, para desarmar o explosivo.

As equipes da polícia ainda trabalham na desativação do artefato. Com informações da Folhapress.

Fonte: Msn