Laudo aponta que mulher matou mãe de gêmeos para vender bebês

Vítima foi achada em canavial, no dia 3 de março em Itauçu.

A Polícia Civil informou que Marli Nogueira de Lima é suspeita de ter assassinado a dona de casa Raimunda Vieira, de 34 anos, encontrada morta em um canavial na cidade de Itauçu, em Goiás. A intenção dela seria vender os filhos gêmeos da vítima, de oito meses.

Segundo um laudo da polícia, a suspeita cometeu o crime sozinha. A vítima foi dopada, depois morta por estrangulamento e teve o corpo queimado. A mulher foi achada morta no dia 3 de março. O inquérito do caso deverá ser concluído na quinta-feira (14).

Segundo a Polícia Civil, ela saiu de casa com os filhos gêmeos e outros três, acompanhados de uma mulher que teria prometido uma casa para ela na cidade de Inhumas. A mulher teria se aproximado da família recentemente.

As crianças de três, cinco e sete anos voltaram para casa em Itauçu, mas sem a mãe. A partir disso, parentes e vizinhos começaram a se mobilizar para achar a dona de casa. O filho mais velho da vítima disse apenas que uma mulher chamada Adriana os acompanhou. Ele teria dito ainda que viu ela e a mãe discutindo e que a suspeita jogou álcool no rosto da mãe.

Os bebês foram achados na casa da suspeita. Ela já possuía certidões de nascimento falsas das crianças.

Fonte: G1