Em audiência, litoral do Piauí acusa deficiências de operadoras de telefonia

Em audiência, litoral do Piauí acusa deficiências de operadoras de telefonia

A CPI da Telefonia Móvel que está acontecendo em 19 estados brasileiros chegou a Parnaíba

A CPI da Telefonia Móvel que está acontecendo em 19 estados brasileiros chegou a Parnaíba na tarde desta sexta-feira (25) na Câmara de Vereadores. A Comissão Parlamentar de Inquérito no Piauí está sendo coordenada pelo deputado Cícero Magalhães e vem acontecendo nas principais cidades do Piauí.

A finalidade da CPI é ouvir a população sobre a qualidade da prestação de serviço das empresas de telecomunicações, mas precisamente as operadoras de telefone e internet, no norte do Piauí e no Brasil. Segundo Cícero Magalhães, as queixas das pessoas estão sobre os serviços ofertados. Em seguida, será montado um relatório a ser encaminhado ao Ministério Público e ao Congresso Nacional para tomar as providências. A fiscalização das operadoras de telefonia é de responsabilidade da Anatel, mas devido à inoperância deste órgão, os parlamentares tomaram a frente para que a população não seja mais lesada.

O secretário executivo do PROCON Municipal, Miguel Bezerra, destacou que as principais denúncias em Parnaíba são relacionadas à telefonia móvel. As queixas são cobranças indevidas, reajuste abusivo, publicidade abusiva, dificuldade no cancelamento de serviço, baixa qualidade e outros. Segundo Bezerra, as multas giram em torno de R$ 200 mil, em Parnaíba, relacionadas às operadoras de telefone e internet.

O deputado Deusimar Brito, instigou para que as pessoas denunciem já que pagam por serviços que não são prestados. Profissionais dos diversos setores ocuparam a tribuna para registrar sua insatisfação e respectivas denúncias. A deputada Juliana Falcão, alertou para a necessidade de ouvir a população para que esta mostre que está sendo lesada e as empresas sejam penalizadas.

O vereador Astrogildo Fernandes enfatizou que muitas pessoas se utilizam de várias operadoras, acreditando em um bom serviço, que na realidade só vem defasando. O que os clientes têm tido são prejuízos. O relatório deve ser concluído em 180 dias, mas os parlamentares pretendem encerrar o documento em um menor prazo.

Fonte: proparnaiba.com