Segunda caixa-preta de avião que caiu na África com 118 pessoas é achada

Os especialistas da Minusma chegaram ontem ao local da queda, em Gossi

Especialistas da missão das Nações Unidas para o Mali (Minusma) localizaram a segunda caixa-preta do avião da companhia Air Algérie que caiu na última quinta-feira (24) no leste do Mali com 118 pessoas a bordo, informou à agencia Efe uma fonte da organização.

Os especialistas da Minusma chegaram ontem ao local da queda, em Gossi, a cerca de 100 quilômetros de Gao, principal cidade da região.

A aeronave, que pertence à companhia aérea espanhola Swiftair, caiu com 112 passageiros e seis tripulantes a bordo quando sobrevoava uma área com condições climatológicas adversas.

Familiares se comovem ao saber detalhes do acidente

Ontem, os familiares dos passageiros que estavam no avião da Air Algérie escutaram comovidos os detalhes do acidente no aeroporto de Ouagadogou, de onde partiu o avião.

O primeiro-ministro de Burkina Fasso, Luc Adolphe Tiao, informou às famílias que o avião caiu no Mali e que não houve sobrevivente. Em meio a muito choro, os parentes ouviram as palavras dessa autoridade, que garantiu que será complicado recuperar os corpos porque "restos mortais estão espalhados pela região".

Imagens da região onde a aeronave caiu também foram mostradas aos parentes. "É uma notícia muito triste", disse entre lágrimas à Efe Halidou, pai de um dos passageiros.

Dramane Ouedraogo, que perdeu sete membros da família no acidente, criticou a empresa que operava o voo e pediu às autoridades uma investigação precisa.

Fonte: UOL