Loja da grife Prada é acusada de demitir funcionários pela aparência

Loja da grife Prada é acusada de demitir funcionários pela aparência

A queixa contra a empresa é de que ela mandou a gerente, que é estrangeira, demitir 15 pessoas que eram consideradas feias

A filial do Japão da grife italiana Prada foi acusada de demitir funcionários por serem "gordos", "feios" e "velhos". A queixa contra a empresa é de que ela mandou a gerente, que é estrangeira, demitir 15 pessoas que eram consideradas feias, velhas e gordas.

Em comunicado, a Prada afirmou que "o tribunal competente japonês rejeitou todas as acusações do empregado e determinou que a rescisão de seu contrato de trabalho era perfeitamente legítimo". A Prada tem 40 lojas no país.

Fonte: Terra