Luciano Carlos recebe bolsa de estudos e notebook

História de dedicação e batalha por um sonho foi revelada em um dos programas da Caravana Meu Novo Piauí.

O estudante da escola pública que passou para o curso de medicina, no vestibular na UESPI, Luciano da Silva Souza, esteve em Teresina nesta terça, onde foi recebido pelo secretário de Educação, Antonio José Medeiros. A história de dedicação e batalha por um sonho foi revelada em um dos programas da Caravana Meu Novo Piauí.

Luciano e seus pais foram surpreendidos com a notícia de que o futuro médico terá uma bolsa mensal no valor de um salário mínimo para ajudar nas despesas enquanto estiver na universidade. Ele também receberá R$ 1 mil no início de cada ano para utilizar na compra de livros e ganhou um notebook. ?Eu agradeço pela solidariedade e a todos que torceram por mim. Farei o possível para ser merecedor disso tudo?, declarou o estudante.

Os pais, Antonio Carlos da Silva e Luíza da Silva não disfarçavam o orgulho e as lágrimas de emoção. ?Essa é uma coisa surpreendente porque se for analisar a trajetória dele, uma vitória dessas é para poucos?, disse o agricultor.

Luciano é mesmo uma exceção. Dos 80 colegas que estudavam na escola da rede pública, no município de Valença, somente ele e mais cinco estudantes conseguiram vaga na UESPI ou na UFPI. Para isso, Luciano estudava seis horas diariamente durante a semana e o dia todo aos finais de semana, quando não precisava trabalhar.

O rapaz é de família humilde e os pais são moradores no sítio de Francisca Evangelina de Souza há 30 anos. Por um tempo, Luciano achou que não teria onde morar, mas duas pessoas solidarizaram-se com sua história e propuseram ajudá-lo. ?Em 2008, quando ele tentou pela primeira vez e não passou, eu avisei que era para ele estudar; o resto a gente resolvia?, disse Evangelina, que ofereceu sua casa para o rapaz morar.

Sem saber que Luciano já tinha onde ficar, Alberta Almeida ainda ligou para o Sistema Meio Norte oferecendo moradia também. ?Eu já abriguei outras duas pessoas para fazer o ensino médio. Gosto de ajudar quem tem interesse em crescer?, declarou a psicóloga.

O secretário de Educação revelou que o presidente Lula citará o Estado como um dos que mais se destacou nos índices de educação. Segundo ele, 8 dos 10 indicadores mostram um crescimento de até 100%. ?Em sete anos, nós passamos de 50 mil alunos na Universidade para 100 mil. 93% das crianças de 6 a 14 anos estão na escola e o Piauí é o Estado que mais aprova estudantes da rede pública para um curso superior?, disse Antonio José Medeiros.

Mesmo assim, o secretário admite que existem muitas falhas, como os laboratórios de ciências e bibliotecas, que ainda não estão presentes em todas as escolas. ?A dívida é muito grande e vem de governos passados?, declarou Medeiros.

Fonte: Nayara Felizardo