Ex-presidente Lula retira pedaço do tumor e recebe alta de hospital em São Paulo; saiba

Ex-presidente Lula retira pedaço do tumor e recebe alta de hospital em São Paulo; saiba

O ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva deixou o Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, por volta das 20h16 deste sábado (29)

O ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva deixou o Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, por volta das 20h16 deste sábado (29). Diagnosticado um tumor na laringe, Lula foi submetido a um exame para a retirada de um pedaço do tumor, que será analisado. O ex-presidente teve alta e seguiu para sua casa em São Bernardo (SP).

Nesta segunda (31), os médicos vão definir se Lula fará apenas quimioterapia ou será submetido também à radioterapia. O tratamento do ex-presidente, segundo os médicos, deve durar pelo menos três meses. O câncer está localizado sobre a glote do ex-presidente.

Nesta sexta-feira (28), Lula fez exames de rotina que detectaram o tumor. Por conta de uma rouquidão anormal, que surgiu há cerca de 40 dias, Lula passou por uma ressonância magnética e uma tomografia de pescoço, exames que acabaram por levar ao diagnóstico da doença.

?Confiante?

Pessoas que estiveram com o ex-presidente neste sábado disseram que Lula está ?confiante? na cura da doença e bem disposto depois do exame. O médico Raul Cutait, que encontrou o ex-presidente e sua mulher, dona Marisa Letícia, afirmou que eles receberam "bem" a notícia sobre o tumor.

Lula recebeu também a visita do ministro da Fazenda, Guido Mantega, que ficou menos de 10 minutos com o ex-presidente e saiu do hospital otimista.

"Eu encontrei com o presidente Lula ele está bem. Está animado. Ele é um lutador. Já venceu problemas menores do que esse e vai vencer esse. Ele não pode falar, mas perguntou pela minha família, se eu estava bem. Ele sempre se preocupa com os outros. Está todo mundo tranquilo. A dona Marisa está tranquila, porque esse é um problema que tem cura", disse o ministro.

"Rápida recuperação"

A presidente Dilma Rousseff também divulgou na tarde deste sábado nota de apoio à "rápida recuperação" do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Na agenda oficial da presidente desta segunda (31), está previsto compromisso oficial em São Paulo, mas ainda não há confirmação de que Dilma irá visitar o ex-presidente.

No texto, ela relembra que enfrentou a mesma doença e passou por tratamento no mesmo hospital. "Tenho certeza de que acontecerá o mesmo com o presidente Lula", afirmou Dilma.

Dilma destacou a "determinação e capacidade de superação de adversidades" do ex-presidente. "Como sua amiga, companheira, irmã e admiradora, estarei a seu lado com meu apoio e amizade para acompanhar a superação de mais esse obstáculo", declarou.


Lula recebe alta de hospital e segue para São Bernardo

Fonte: g1.com