Mães denunciam falta de segurança em transportes escolares de Teresina

Uma mãe cujos filhos utilizam o serviço realizou a denúncia temendo pela segurança dos filhos.

O transporte escolar utilizado pelo Centro Municipal de Educação Infantil Érico Veríssimo, localizado no povoado Taboca do Pau Ferrado, zona Rural de Teresina não encontra-se em condições de conduzir crianças de três a cinco anos de idade à escola. Uma mãe cujos filhos utilizam o serviço realizou a denúncia temendo pela segurança dos filhos.

Morando no Povoado Estaca Zero, 13 Km da capital, a dona de casa Maria Aparecida Pereira dos Santos relata a angustia em deixar os dois filhos irem na Van escolar contratada pela prefeitura de Teresina. Por conta do péssimo estado do veículo, os dois meninos se recusam a ir para a escola nessas condições. “Eu tenho muito medo do que pode acontecer, antigamente era um ônibus pior que essa Van, mesmo eles terem trocado, a situação ainda não é boa.

Muitas vezes o veículo quebra no meio do caminho e os meninos têm que vir de carona com alguém. O mais velho que estuda a tarde já chegou duas vezes às 19 horas da noite porque o transporte quebrou. Por isso, eles não querem ir para a aula”, revela. Morando em uma ladeira com a rua mal ladrilhada, Maria leva o filho de três anos até a parada de ônibus que não existe, o local é sinalizado apenas com um tronco na esquina, indicando a parada obrigatória.

Sem asfalto, a estrada principal de acesso ao povoado está em péssimas condições de tráfego, é com muita poeira e lama que os estudantes esperam o transporte escolar. Segundo a dona de casa, as outras mães não querem denunciar, pois temem represarias aos filhos e também chegou a discutir com o motorista da condução pelo excesso de velocidade em que estava dirigindo.

Confira a matéria completa no Jornal Meio Norte desta quinta-feira 02/10







Fonte: Pollyana Carvalho