Mãe suspeita de tatuar e queimar o bebê diz que ferida foi devido a moto

as letras e as marcas apareceram quando o garoto tentou subir na moto de um tio e se queimou no escapamento


Mãe diz que ferida foi causada por escapamento de moto

A mãe apontada como responsável por tatuar um coração e três letras na perna do filho de um ano meio, e em seguida tentar apagar o desenho com ácido, negou o crime na tarde desta segunda-feira (31).

Em entrevista à Record Minas, Luciene Ramos Lima, de 24 anos, disse que o desenho, as letras e as marcas apareceram quando o garoto tentou subir na moto de um tio e se queimou no escapamento.

? Não fiz tatoo nenhuma, foi um acidente que aconteceu com minha criança. Eu estava trabalhando quando minha mãe ligou e disse que tinha acontecido um acidente por ele subir na motocicleta. Meu tio tinha acabado de chegar, a moto estava quente, e ele tentou subir, se queimou, ficaram aquelas marcas daquelas letras nas pernas dele.

Ela nega ter fugido e rejeita a agressão.

? Eu sei que não fiz isso com meu filho, essa situação que todos estão pensando. Estão achando que eu sou uma mãe má, mas eu não sou. Não bati em ninguém. Eu não estava foragida. Eu levei ele no posto, mas cheguei atrasada e lá não tinha condição. Só consegui a pomada para passar na perna dele e pedi pro meu tio levar ao hospital.

Para o delegado Kleyverson Veran, entretanto, a participação dela no crime é clara.

? A reação natural é negar, até porque ela corre risco no presídio. O exame pericial constatou substância semelhante a ácido e a queimadura não só na perna, mas por todo o corpo.As fotos são bem claras, só que ela nega.

Fonte: r7