Maior Enem da história começa neste sábado com mais rigor na segurança e recorde de inscritos

Maior Enem da história começa neste sábado com mais rigor na segurança e recorde de inscritos

Portões dos 15 mil locais de prova fecham às 13h, pelo horário de Brasília, em Teresina às 12h

Com mais rigor na segurança e nas regras da correção da redação, a edição 2013 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a maior da história, ocorre neste sábado (26) e domingo (27) com recorde de inscritos: 7.173.574 pessoas.

Neste sábado (26), os candidatos farão a prova de ciências humanas e a de ciências da natureza, ambas com 45 questões. O tempo mínimo para permanecer na sala de provas é duas horas, e o tempo máximo para resolver as questões é de 4h30. No domingo (27), as provas serão de linguagens, matemática e redação, em 5h30 de duração.


Maior Enem da história começa neste sábado com mais rigor na segurança e recorde de inscritos

Portões fecham às 13h (de Brasília)

Os portões dos mais de 15 mil locais de prova pelo país o exame fecharão pontualmente às 13h (do horário de Brasília). Por causa do fuso horário no território nacional é preciso consultar o horário local para não se confundir e perder o exame. Quem não entrar até o fechamento não poderá fazer a prova. Em Teresina os portões vão fechar às 12h.

Para fazer as provas o candidato deve usar somente caneta preta feita de material transparente. O uso de canetas de outras cores, bem como lápis, lapiseira e borracha não são permitidos, por isso os estudantes não devem levar esses objetos.

Além disso, nenhum candidato poderá entrar na sala de provas sem apresentar um documento de identificação original com foto. Quem não tiver o documento deverá apresentar boletim de ocorrência emitido no máximo 90 dias antes da data da prova e se submeter a uma identificação especial e preenchimento de formulário próprio.

Os erros do passado fizeram com que o Ministério da Educação fechasse o cerco na segurança da prova aplicada em 1.661 municípios. Todos os 64 mil malotes de provas terão lacres eletrônicos e GPS.

Após os problemas na redação na edição anterior, quando candidatos escreveram trechos do hino do Palmeiras e da receita de um macarrão instantâneo no meio do texto, desta vez, nenhum deboche será permitido. Quem fizer gracinhas no texto vai tirar nota zero.

O uso de relógios, telefones celulares e outros equipamentos eletrônicos está proibido. Quem fizer fotos do exame e postar nas redes sociais será eliminado. O MEC vai acompanhar as redes sociais durante todo o exame. No ano passado, 65 candidatos foram eliminados por publicarem em redes sociais fotos de suas provas e de seus cartões de resposta.

Vestibular, intercâmbio, certificado do ensino médio...

Os mais de 15 mil locais de provas pelo Brasil receberão candidatos que decidiram se inscrever para o Enem pelos mais diversos motivos. Além dos alunos que estão concluindo o ensino médio e farão a prova de olho em uma vaga do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) ou se algum vestibular que use a nota do Enem para selecionar seus calouros, há também os estudantes oriundos de escola pública interessados em concorrer a bolsas de estudo em instituições particulares que aderiram ao Programa Universidade para Todos.

Alunos de redes particulares também farão o Enem para financiar seus estudos universitários, nesse caso usando o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Outros milhares de universitários de todo o país farão o exame neste fim de semana para poderem participar do programa Ciência sem Fronteiras e cursar parte de sua graduação no exterior, já que, a partir de 2013, o Enem se tornou obrigatório para selecionar esses bolsistas.

Além dos adolescentes e jovens, mais de 738 mil adultos de todas as idades também estão entre os candidatos da prova do MEC. O objetivo destes estudantes que não conseguiram se formar na idade certa é conquistar o certificado de conclusão do ensino médio. Outros, já formados, decidiram mudar de carreira e voltar à sala de aula, dessa vez na condição de vestibulandos, sejam eles brasileiros ou estrangeiros.

Entre os mais de 7,1 milhões de inscritos, dezenas de milhares solicitaram atendimento especial para fazer as provas, como impressão das questões em letras grandes ou, para candidatos com baixa visão, a presença de um intérprete de Libras, para os estudantes surdos, ou de um ledor, para candidatos cegos, instalações físicas adequadas para quem tem dificuldade de locomoção, uma sala especial de amamentação para mães lactantes e o acompanhamento de candidatas atualmente na reta final de gravidez, caso entrem em trabalho de parto durante as provas.

Os resultados

Os gabaritos oficiais das provas objetivas serão divulgados no site http://portal.inep.gov.br/enem no dia 30. Os candidatos poderão acessar os resultados individuais do Enem 2013 em data ainda a ser divulgada, mediante inserção do número de inscrição e senha ou CPF e senha no endereço eletrônico http://sistemasenem2.inep.gov.br.

Fonte: G1