Mais de 3 mil pessoas estão em abrigos devido à chuva

Defesa Civil informou que ainda há pontos alagados em São Gonçalo.

Um levantamento da Defesa Civil do estado revela que, até a manhã desta segunda-feira (8), 3.048 pessoas continuam em abrigos devido ao temporal que atingiu o Rio no fim de semana.

Deste total, 3.015 estão desalojadas e 33 pessoas estão desabrigadas. Segundo a Defesa Civil, em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio, apesar de a água já ter começado a baixar, ainda há diversos pontos alagados. O município é o que concentra o maior número de vítimas da chuva: são 2.905 mil desalojados. As inundações ocorreram nos bairros Jardim Catarina Velho e Novo México.

Em São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos, onde também ocorreram inundações, 94 pessoas estão desalojadas e 8 estão desabrigadas.

Já em Saquarema, também na Região dos Lagos, são 10 desalojados e 25 desabrigados. A Defesa Civil municipal mantém interditadas, preventivamente, dez residências.

O levantamento informa ainda que no município do Rio de Janeiro há 6 desalojados. As chuvas fizeram seis vítimas fatais, quatro no Rio e duas em Niterói.

Inmet prevê chuvas isoladas nesta segunda

A a previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) para esta segunda-feira (8) é de temperatura elevada e possibilidade de chuvas isoladas. Não há previsão de chuvas intensas.

O Inmet informou ainda que, por causa da ressaca do mar, as ondas podem chegar a 3 metros de altura.

No sábado (6), em 5 horas, choveu no Rio o equivalente ao índice pluviométrico total do mês de março de 2009, que foi de 109,2 mm. A informação é da Defesa Civil do município.

Fonte: g1, www.g1.com.br